Medicina convencional
e homeopatia

DIAGNÓSTICO E TERAPIA

 Princípios antihomotóxicos de diagnóstico e terapia

 

O tratamento baseado no entendimento da homotoxicologia e da tabela de seis fases está regido pelos seguintes princípios:

  1. Diagnóstico considerando as perspectivas antihomotóxicas (estágio da carga de toxina, probabilidade de vicariação).

  2. O protocolo de tratamento deriva das práticas homotoxicológicas empíricas, especialmente:
    -Evitando a exposição adicional às toxinas, como o hábito de fumar, toxinas domésticas e aditivos alimentares.
    - O uso de medicamentos antihomotóxicos específicos para a doença.
    - Medidas antihomotóxicas suplementares que desbloqueiam os sistemas enzimáticos, ativam o metabolismo, etc.

  3. Os medicamentos usados na terapia antihomotóxica refletem as leis empíricas da homotoxicologia, especificamente a progressão da doença através de seis fases e o fenômeno da vicariação.

Medicamentos antihomotóxicos (“homeopatia moderna”)

 

Os medicamentos homeopáticos complexos ( produtos Heel) desenvolvidos por Reckeweg com base na homotoxicologia foram projetados para restabelecer a saúde através da eliminação das homotoxinas. Reckeweg denominou os mesmos como medicamentos antihomotóxicos, mas atualmente também são conhecidos na linguagem coloquial como medicamentos homeopáticos modernos. As pesquisas recentes da matriz intercelular já confirmaram aspectos importantes das hipóteses de Reckeweg. Os resultados dos estudos com medicamentos antihomotóxicos considerados quase revolucionários apoiam a abordagem global de Reckeweg para a terapia .

Modo de ação

  • Desintoxicação “clássica”: Lavagem das toxinas para fora da matriz do tecido conectivo no qual se encontram as células e órgãos
  • Melhora do funcionamento dos órgãos individuais
  • Fortalecimento do sistema imunológico

    São eficazes?
    Muitos estudos científicos confirmaram que os medicamentos antihomotóxicos:
  • Permitem alcançar a melhora terapêutica desejada
  • São tão eficazes quanto os tratamentos alopáticos padrão
  • São adequados para classificação como terapias primárias, para reembolso pelos planos de saúde.